Atendimento Online:

Uma curva e várias histórias tristes


A ERS 332 é considerada uma estrada sinuosa, praticamente todo o trajeto de Encantado até Espumoso, são encontradas curvas consideradas perigosas, muitas são com elevação, outras com desnível, enfim, curvas que infelizmente causam problemas constantes.
Dois exemplos claros de curvas que ofertam riscos e com pouca ou nenhuma sinalização estão no território da região alta, uma na Comunidade de Gramadinho e outra no Pinhal Queimado, em direção à Soledade.
Nessas duas citações o JORNAL NOTISERRA tem retratado nas últimas edições acidentes, o primeiro ocorreu com o veículo Brasília que teve o teto arrancado por uma carreta desgovernada e, nessa semana, outro registro de acidente se faz na Linha gramadinho, na curva conhecida como ‘curva dos moranguinhos’.
Na última quarta-feira, por volta das 17h30min, um veículo CROSS FOX que circulava no sentido Ilópolis/Arvorezinha, ao fazer a curva, o veículo saiu da pista, vindo a capotar várias vezes. A Condutora, que prefere não se identificar, relata que estava andando em baixa velocidade “O carro simplesmente saiu de rota, quando vi já estava virando” relatou a motorista que por sorte não se feriu. No momento do acidente estava apenas garoando, visualizava-se junto à pista poças de olho, o que deve ter retirado aderência do veículo e com isso o capotamento. Mesmo com a movimentação de vários veículos, polícia e pedestres, muitos motoristas ainda assim passavam em alta velocidade pelo local.
A reportagem NOTISERRA ouviu alguns moradores do local que relatam que é diário o barulho de derrapadas, problemas de acidentes constantes, “Graças a Deus nenhum morreu, mas ainda, esperamos sempre o pior dessa curva e o que vemos e ouvimos constantemente é de assustar” relatou a moradora que prefere não ser identificada.
Sabe-se também que nesse local foram vários acidentes nos últimos meses, porém, nenhum com fatalidade, mas o SAMU, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, atendeu vários casos no local, na verdade nas duas curvas mencionadas, o Serviço da ambulância foi requisitado por vários episódios.
Os moradores do Gramadinho ensaiam algum tipo de manifesto, “Existe uma escola próximo ao local, nossos filhos passam toda hora nessa curva, estamos com medo e o movimento aumenta a cada dia, o que vamos fazer? Esperar para enterrar um de nossos pequenos” foi a indignação da moradora.
Estaremos contatando o DAER para saber de possíveis medidas que poderão ser tomadas a respeito do local, como colocação de quebra molas, sonorizadores, aumento de sinalização, roçada, construção de acostamento, enfim, as sugestões são muitas, “Vamos aguardar por uma solução antes de manifestações acontecerem” finalizou a moradora.
Essa reportagem já estava finalizada, com espaço definido no jornal quando tivemos que refazer por mais um acidente quando na tarde da sexta-feira, 24 de fevereiro, por volta das 17 horas ocorreu um atropelamento, quando o cidadão iniciai F. S. S. de 80 anos foi colhido por um veículo motocicleta. FSS teve ferimentos consideráveis no rosto e pernas, e escoriações pelo corpo, foi socorrido pelo Samu que o encaminhou até o Hospital São João onde foi medicado.
Infelizmente esse é mais um acidente que vem a reforçar o apelo de que algo deva ser feito na ERS 332 na comunidade de Gramadinho Ilópolis. Esperamos que os próprios motoristas tenham consciência e já por natureza reduzam a velocidade e não esqueçam que nesse local existe um trânsito considerável de pedestres.
Fonte; Jornal Notiserra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Símbolo RV Digital
Desenvolvido por:
Logomarca RV Digital