Atendimento Online:

Municípios estudam monitoramento por câmeras


Projetos com custos elevados, mas que deverão ofertar uma ótima segurança às comunidades

Na última quarta-feira, quatro de abril, os municípios de Doutor Ricardo, Anta Gorda, Ilópolis e Putinga foram apresentados a projetos de segurança via monitoramento de câmeras de vídeo.
A empresa GPS Sat, que é também a empresa que realiza o monitoramento dos veículos da Brigada Militar, esteve primeiro em Anta Gorda e após em Arvorezinha apresentando o projeto.
Dos municípios citados acrescenta-se mais Arvorezinha, porém, essa já está em um passo mais adiantado de negociação para a implantação do projeto.
A princípio a empresa esteve durante um mês trabalhando nos municípios citados realizando um levantamento quanto a real situação e de quais são os pontos mais vulneráveis.
Os Prefeitos participantes se mostraram interessados em conhecer o projeto de forma mais detalhada. Valdir Possebom Prefeito de Putinga lembra que “Já estamos nessa negociação, já estávamos fazendo sondagens, é bem provável que esse tipo de segurança seja implantado em nosso município” disse.
Quanto aos custos, esses foram considerados altos pelos chefes dos executivos, porém, já esperados em se tratar do que oferta esse trabalho.
Em média, cerca de seis câmeras de vídeo deverão custar aproximados R$251.000,00, mas o valor pode aumentar ou diminuir, tudo conforme o entendimento de segurança.
Os representantes da empresa ressaltaram ainda que “Se por um acaso um município tiver umas seis câmeras, isso equivale dizer que são no mínimo mais uns 40 policiais nas ruas, pois elas giram 360 graus e monitoram 24 horas por dia, com somente um operador que ficará no quartel da Brigada acompanhando a movimentação” ressaltaram.
Já para Ilópolis, o Prefeito Osmar Baldisarelli, garante que há interesse “Vamos estudar a possibilidade, mas é interessante se pensar nesse trabalho de forma coletiva, sim, entre todos os municípios da região, tornando assim não uma cidade, mas uma região como um todo segura” comentou.
Osmar foi quem idealizou justamente a idéia de segurança regional, o que também será tratada entre todas as lideranças dos municípios da região. Com a regionalização, todas as cidades teriam câmeras instaladas e o monitoramento se daria em uma, onde dois policiais vigiariam as ruas também 24 horas por dia “Sem contar que se pensarmos em região o projeto ficará mais barato para cada prefeitura e com o mesmo tipo de proteção” finalizou Osmar.
O projeto também deverá contar com o apoio dos bancos, comércio e até sociedade comum, pois, todos poderão colaborar com valores para a implantação do sistema.
Essa foi na verdade a primeira reunião das muitas que deverão ocorrer nos próximos meses até que de fato se implante o sistema.

Fonte; Jornal Notiserra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Símbolo RV Digital
Desenvolvido por:
Logomarca RV Digital