Atendimento Online:

Chuvas causaram destruição

As chuvas que têm ocorrido nos últimos dias, acompanhadas de fortes ventos têm causado muitos prejuízos em algumas cidades do Rio Grande do Sul, inclusive no município de Arvorezinha.
Os estragos do último final de semana ainda estão por serem contabilizados na propriedade de Delmir Gasparin Dorigon que teve sua casa, forno, varanda e garagem destelhada.
Segundo Delmir o temporal começou por volta das 12:30 da madrugada e durou aproximadamente um minuto e foi suficiente para fazer uma devastação. O vento foi devastando 800m para frente e 500m para os lados, arrancando tudo que encotrava pela frente. Delmir conta que aproximados 15 mil pés de eucaliptos foram encontrados no chão e 10 passarinhos rabo de palha.
Em alguns pontos da cidade também é possível visualisar os estragos feitos pelo vento, casas destelhadas e árvores espalhadas por todos os lados.
Segundo Juliana Tomazini do Centro de Informações Hidrometeorológicas da Univates, Para que ocorram esses eventos, é necessário uma combinação de fatores, como por exemplo: condições meteorológicas momentâneas (temperatura, umidade, pressão atmosférica, etc.) favoráveis com sistemas de tempo atuantes (frente fria, áreas de instabilidade), que formam nuvens mais desenvolvidas com potencial de causar temporais.
No último final de semana, houve registro de granizo, ventos fortes e acumulados de chuva mais significativos em áreas isoladas do RS, que incluíram algumas localidades da Região alta do Vale do Taquari. Uma frente fria que atuava de forma semi-estacionária sobre Santa Catarina e Paraná recuou para o RS e se intensificou devido a presença também de
uma corrente de jato em baixos níveis sobre o Estado, ou seja, um corredor de ventos mais fortes, que trouxe umidade. Essa combinação fez com que as instabilidades ganhassem força rapidamente, favorecendo o desenvolvimento de nuvens com potencial para causar tempo severo em diversas áreas, principalmente na porção norte do Estado, que abrange o
Vale do Taquari. Infelizmente, como esses eventos geralmente ocorrem de maneira mais isolada, é difícil prever o local exato em que vão ocorrer, causando assim transtornos para a população. Além disso, a possibilidade de temporais somente pode ser prevista, com maior confiabilidade, poucas horas antes do evento, devido ao rápido desenvolvimento das instabilidades.

Fonte; Jornal Notiserra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Símbolo RV Digital
Desenvolvido por:
Logomarca RV Digital