Atendimento Online:

Produção de leite e sistemas de ordenha

O leite é o alimento mais importante de origem animal consumido pelo homem e até hoje passa por um processo de progresso, ou seja, ele vem desenvolvendo tecnologia, genética e qualidade, que vão melhorando a cada dia a produção e a produtividade do leite. Segundo o Chefe do Escritório da Emater de Itapuca, Rafael Gallon, existem formas e técnicas hoje desenvolvidas tanto para melhor a qualidade do leite, mas também para aumentar a produtividade. “Passamos de animais que tinham capacidade de produzir 4 mil litros de leite por lactação há 30 anos, para animais que hoje produzem 12 mil litros de leite por lactação. Então é um pulo genético muito grande, claro que além da genética esta aliada também à questão do manejo, da alimentação e sanidade do rebanho. Mas é importante salientar, que uma das etapas importantíssimas na produção do leite, é a ordenha do animal, ou seja, é importante entender como funciona a produção de leite dentro do ubre do animal e entender qual a melhor forma de você coletar esse leite. Pois muitas vezes nós nos detemos muito na questão de alimentação e manejo de pastagens e se esquecemos desta área” comentou. Rafael comentou alguns cuidados que o produtor deve ter no momento de se utilizar a ordenhadeira, cuidados esses, que se seguidos corretamente, irá aumentar a qualidade do leite, a produção, mais acima de tudo, irá tornar mais rápida a ordenha. “Entes da realização de qualquer serviço, é importantíssimo o produtor higienizar bem os equipamentos que servem para a ordenha, utilizando detergentes ácidos e os detergentes alcalinos, pois se esta trabalhando com alimentos, e alimentos que vão parar na mesa de idosos e crianças, então se tem uma responsabilidade alimentar muito grande. Outra questão muito importante é a questão do controle das doenças, pois hoje quando você tem um leite de maior qualidade, você também recebe mais, aumentando assim sua renda. Então é muito importante saber que o animal solta o leite, mas para que isso aconteça, ele precisa de um estimulo, ou seja, no momento que você vai ao teto do animal e joga fora os primeiros jatos de leite, que são os mais contaminados, pois eles estão mais próximos da superfície exterior. Então automaticamente, quando você elimina esses primeiros jatos de leite, você também já esta melhora a qualidade do seu leite, pois esta se tirando os jatos mais contaminados, e com isso você acaba estimulando o animal para que ele comece a soltar o leite. Esse estimulo acontece, pois no momento em que você encosta no úbere do animal, inicia a liberação de ocitocína, sendo que essa liberação dura de 7 a 8 minutos. Então é importantíssimo, que no momento em que se vai higienizar os tetos do animal, jogar fora esses primeiros jatos, com o intuito de melhorar a qualidade do leite, mas também, que não se demore mais do que 1 minuto para colocar o sistema de ordenha no animal. Pois conseguindo essa eficiência, o animal estará liberado o leite no momento em que você colocar o sistema de ordenha, portanto o produtor não estará fazendo nada mais do que coletando esse leite que esta descendo, claro que há um fluxo de ar, que esta fazendo o leite descer, mais através dessa técnica, torna a coleta muito mais eficiente, diminuindo inclusive o tempo de ordenha. E depois desses 7 a 8 minutos o animal não estará mais produzindo essa ocitocína, ou seja, depois desse tempo você esta praticamente arrancando o leite do animal, ou seja, ele não esta mais soltando o leite, e isso acaba dando muitos problemas, principalmente com resíduos de leite nos tetos, que leva como problemas de mastite, calos nos tetos e em casos extremos leva a um colapso de esfíncter, tornando esse animal impróprio para a produção de leite. E por fim, é importante o produtor ter cuidado com a pressão da ordenhadeira, ou seja, ela não pode estar acima de 50 KPAS, pois uma pressão maior irá agredir o teto do animal, e quando o animal começa a se sentir agredido, ele corta esse estimulo de ocitocína e começa a liberar adrenalina. E a regulagem do pulsador, que ocorram no máximo 60 pulsações por minuto, ou seja, uma pulsação por segundo. Pois dessa forma você terá um bom massageamento do teto e ao mesmo tempo tem uma boa coleta de leite” finalizou.

Fonte; Jornal Notiserra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Símbolo RV Digital
Desenvolvido por:
Logomarca RV Digital