Atendimento Online:

A Seca que atingiu vários muncípios do Rio Grande do Sul e que trouxe percas para o município de Arvorezinha


Representantes de órgãos competentes, reuniram-se no dia 10 de janeiro na secretaria de agricultura de Arvorezinha, para avaliar os prejuízos causados pela forate estiagem no município e decretar estado de emergência.
A seca que causou prejuízos na agricultura, começa a refletir efeitos também para a economia do município, onde além da diminuição na venda de insumos, o comércio também começa a sentir as conseqüências.
As perdas constatadas nas lavouras e nas principais economias foram:
FUMO: 30%
MILHO:40%
SOJA: 35%
FEIJÃO: 60%
ERVA-MATE:20%
LARANJA: 10%
UVA: 20%
LEITE:35%
A piscicultura também está definhando pela redução de água nos rios.
Segundo o secretário da agricultura Claudiomir S Desengrine, as pessoas não estão vindo à procura de serviços de abertura de estradas, mas de água e limpeza de fontes.
Em torno se 150 famílias estão sofrendo pela falta de águas que provinham de fontes superficiais e a situação tende a piorar se não chover nos próximos dias.
No município de Arvorezinha as localidades mais atingidas foram Pinhal Queimado, Torres Gonçalves, Posse Arus e Cândido Brum.
Para normalizar a situação, acredita-se que será necessário chover acima de 70mm.

Preciptações Pluviométricas desde o ano de 2010

Ano de 2010

Mês Prec total em mm
Janeiro 365
Fevereiro 141
Março 94
Abril 177
Maio 155
Junho 127
Julho 236
Agosto 46
Setembro 271
Outubro 78
Novembro 157
Dezembro 83

Ano de 2011

Mês Prec total em mm
Janeiro 140
Fevereiro 177
Março 317
Abril 252
Maio 254
Junho 321
Julho 318
Agosto 262
Setembro 60
Outubro 121
Novembro 31
Dezembro 49

Em entrevista por telefone com o gerente do Banco do Barsil Luiz Henrique tesser, alguns produtores estão buscando informaçõs sobre o seguro, onde ninguém encaminhou ainda mas que o banco está a disposição das pessoas que necessitam de informações para acionar o PROAGRO, lembrando que não depende do banco e sim de um laudo técnico da Emater e que existem regras delimitadas.
Segundo informações do gerente de negócios do Sicredi, Ivair Borsatto, as pessoas pensam em acionar o PROAGRO na agência do Sicredi, precisam estar bem cientes do que querem fazer, pois após acionado, o produtor não poderá mais utilizar o milho sem o laudo técnico do vistoriador do MDA.
Também informa aos produtores que se o governo enviar algum bônus por causa da seca, o produtor que tiver encaminhado esse proagro, não receberá o bônus.
Será necessário também possuir em mãos todas as notas fiscais desde a época do plantio até o presente momente, pois após assinado o termo o produtor precisará apresentar
as notas fiscais.Segundo o senhor do tempo, como é conhecido na cidade por controlar os níveis da chuva, Deonildo Franzon fala que hoje para recuperar os açudes, fontes seria necessário chover mais de 200 mm neste mês de janeiro e para manter estável a situação de 70 a 80% por mês. Pela sua experiência adquirida ao longo do tempo, as chuvas talvez comecem normalizar a partir de março.
Fonte; Jornal Notiserra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Símbolo RV Digital
Desenvolvido por:
Logomarca RV Digital